Todos os teus sonhos estão esperando do outro lado dos teus medos

By | 8 de Abril de 2017

O medo é uma coisa insana. Tem efeito paralisante e a o mesmo tempo, depois que passa, parecia algo tão ridículo.

Duas coisas sobre os medos:

1) O medo é algo que não existem ainda.
2) O medo é baseado em uma hipótese não comprovada.

O medo é uma coisa que em condições normais de sanidade, nos impede de colocar em risco a nossa vida, ou o nosso padrão de vida. Ao mesmo tempo que impede que atravessemos uma avenida movimentada, também impede que sejamos mais felizes. E isso é insano.

Isso é neurociência: somos movidos pelas nossas emoções. O lado esquerdo do nosso cérebro, o lado racional, faz os cálculos, as probabilidades, e o lado direito, o lado emocional, age. Ou fica paralisado pelo excesso de racionalização do lado esquerdo. Aí você entende por que pessoas que pensam d+, agem menos. E pessoas que racionalizam muito pouco, às vezes tomam más decisões. Então o medo é bom ou mau?

Depende. Ele te impede ser mais feliz?

Baseado nos últimos livros que li (Dar e Receber foi um deles), entendo que o medo só é saudável quando impede que façamos algo que vai contra a nossa integridade física ou emocional (os nossos valores). Fora isso é pura bobagem mental, evitar algo que ainda nem aconteceu e “poderia” ser ruim.

85% das pessoas vivem aprisionadas em uma zona de conforto. Elas foram instruídas desde pequenas, ou pelo círculo de amigos, que existe um certo platô de conforto que deve ser alcançado, e a partir daí, a vida boa começa. Ok, eu proponho algo diferente, que é seguido pelos 15% restantes da população: crescer e contribuir, sempre.

Como você deve perceber, o mundo está em constante crescimento, e desde que nos ligamos pela internet e redes sociais, o crescimento está cada vez mais acelerado. O desenvolvimento e lançamento de novas tecnologias cresce de modo exponencial, e quem resolve ficar estacionado, invariavelmente, fica para trás. Ou como se diz na linguagem do desenvolvimento pessoal: se você não está crescendo, está morrendo. E para que crescer? Para que se desafiar constantemente, e diariamente estar à frente da zona de conforto? Com um simples propósito: crescer para contribuir e compartilhar conhecimento para que mais e mais pessoas possam crescer juntas, e assim, fazer um mundo melhor.

E a tal felicidade? E os sonhos? Os sonhos são nossos objetivos de curto, médio ou longo prazo, e os medos são os obstáculos que nos impedem de alcançá-los, e se você não consegue chegar lá, um Coach pode te ajudar. A felicidade? A Felicidade é aproveitar cada momento do caminho, cada brisa, cada vista, cada nascer de sol, cada por do sol, e ser feliz com o que tem hoje, sendo grato por ter essa condição inigualável, porque a verdadeira riqueza é estar em paz consigo mesmo.

#saiDaMedia #saiDaZonaDeConcorto #nʌmʌste